WhatsApp
selo de 30 anos

Vantagens do Coworking para Freelancers

} 5 minutos de leitura

Início » Blog de Empreendedorismo » Vantagens do Coworking para Freelancers

Os escritórios de coworking são cada vez mais populares, em especial nos grandes centros urbanos e capitais brasileiras.

De acordo com um estudo realizado, os espaços compartilhados cresceram mais de 500% nos últimos anos.

São mais de 1194 coworkings nos 26 estados brasileiros, com um faturamento alto dentro desse cenário.

Os profissionais que mais se identificam com o coworking são os freelancers, já que podem usufruir de um escritório equipado, facilitando a rotina de trabalho (que muitas vezes foge dos horários convencionais).

Aliás, embora muitos freelancers tenham começado com atividades home office, não demorou para que eles percebessem a necessidade de separar a vida profissional e pessoal – daí a função do coworking.

Hoje em dia, além dos freelancers, é possível encontrar até mesmo grandes empresas de engenharia elétrica nos escritórios compartilhados.

Muito disso, deve-se à nova dinâmica do mercado, cada vez mais voltada para os negócios online.

No artigo de hoje, vamos tratar das vantagens do coworking para freelancers – e para todo mundo que deseja um escritório compartilhado!

Ficou interessado(a)? Continue com a gente até o final!

1 – Tenha uma infraestrutura totalmente pronta

Uma das grandes vantagens do coworking para freelancers é a presença de uma infraestrutura totalmente adequada e pronta para trabalhar.

Normalmente, os escritórios compartilhados contam com uma excelente conexão com a internet, salas de reuniões, além de dispor de espaços adequados para o contato com outros profissionais do ramo.

Para quem trabalha com assessoria em comércio exterior, por exemplo, ter uma infraestrutura adequada é fundamental, ainda mais para reuniões com clientes e responsáveis por outros departamentos.

Em geral, os serviços oferecidos como parte da infraestrutura de um coworking são:

  • Salas privativas para atendimento;
  • Estacionamento para os profissionais;
  • Internet de alta velocidade;
  • Recepção para os clientes;
  • Instalações com mesas e cadeiras;
  • Espaço de convivência para relaxamento.

Em relação ao home office, os escritórios compartilhados também saem na frente, principalmente pela rede de internet.

Nem sempre em casa temos uma conexão banda larga e isso pode prejudicar os profissionais freelancers, que trabalham com prazos de entrega e não podem atrasar.

Afinal, imagine não conseguir entregar o trabalho para um cliente porque a sua internet caiu? É uma situação embaraçosa.

No coworking, não há essa preocupação.

2 – Aumente o seu networking

O networking é fundamental para os profissionais freelancers. Afinal, nada melhor que uma boa indicação.

Por conta disso, o networking já é, por si só, um dos principais motivos para procurar um escritório compartilhado.

Por exemplo, os freelancers podem encontrar empresas de consultoria ambiental que estão precisando de campanhas em marketing, dentro do próprio coworking.

Ou seja, você abre oportunidades para novas chances de trabalho.

Além dos mais, em relação ao home office, o coworking permite que o profissional freelancer divida as suas ideias com outras pessoas, o que estimula a criatividade.

Apesar de trabalhar em casa parecer mais cômodo e barato, você pode se sentir isolado, sem ter com quem compartilhar inquietações.

3 – Maior foco no trabalho

Imagine a seguinte situação: você é um desenvolvedor freelancer e está programando um software para loja de roupas em casa.

A entrega é daqui a alguns dias, mas você está atrasado, porque é época de férias escolares e seus filhos estão com você. Percebe a dificuldade?

Muitas vezes, o trabalho freelancer home office pode causar muitos transtornos, visto que acabamos misturando as nossas rotinas pessoais com as profissionais.

Nos escritórios compartilhados é possível superar essa situação e ter mais foco no trabalho.

Desse modo, você gerencia o seu tempo, para realizar entregas dentro do prazo, sem ter outras distrações – principalmente, domésticas.

Vale dizer que, mesmo em um coworking, você também precisa de disciplina, para que o trabalho ao lado de outras pessoas não atrapalhe o seu desenvolvimento.

4 – Redução de custos

Se você colocar tudo na ponta do lápis, verificando o quanto você gasta com energia, internet e demais equipamentos para trabalhar em casa, irá perceber que o coworking pode ser muito mais vantajoso, em termos econômicos.

Além disso, os profissionais freelancers que não possuem um escritório em casa, ou um espaço destinado para trabalho home office, podem optar pelo coworking, como uma opção muito mais barata.

Afinal, não é necessário fazer toda a modificação da sua casa para trabalhar, o que torna o escritório compartilhado muito mais atrativo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Conteúdos Exclusivos